Get Adobe Flash player

Panificadora Samuel

 
 

Cidades acessando blog

Escola Monteiro Lobato



 

CLICK AQUI E CONFIRA AS FOTOS!


Educação Infantil,

Ensino Fundamental e Médio

(87) 3838.1481 (87) 3838.2246

site: emonteirolobato.com.br

 

Login

Dr. Jamildo Carvalho

Blog MM

 

 

 

Tudo posso naquele que me fortalece.

Email:blogmarcosmontinelly@gmail.com

  (87) 9 -9680-8985 

 

 

Desfile Cívico da Escola M. L.

 

Formatura do ABC Monteiro

Yane Marques

Vozes do Forro

AABB

 

Login Form

Fotos Bloco a Onda

Canaval 2016

Bloco a Onda 2017

Galeria de Fotos!

 

 

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) alerta os gestores que desde a quinta-feira, 6 de julho, foi o último dia para os municípios cobrirem a logomarca do governo federal junto às placas de obras e serviços de engenharia. Essa medida deve ser adotada pelas cidades em razão de uma determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) válida no período do calendário eleitoral que começou a valer já a partir do sábado, 7 de julho.

Conforme Instrução Normativa 1/2018, deverão estar cobertas, até três meses antes do primeiro turno da eleição, a marca do governo federal junto às placas de obras e serviços de engenharia. Segundo a normativa, vai configurar a propaganda institucional vedada a manutenção de placas de obras ou de projetos de obras instaladas anteriormente ao período eleitoral quando delas constar expressões que possam identificar autoridade, servidores ou administrações cujos cargos estejam em disputa eleitoral. A CNM orienta que a vedação da publicidade é necessária e evitará ações judiciais e sanções eleitorais, civis, administrativas e penais aos gestores públicos.

A CNM destaca ainda que outros empecilhos são revelados para o período eleitoral a partir do dia 07 de julho que interferem diretamente nos Convênios e Contratos de Repasse, como a realização de transferências voluntárias de recursos da união a estados e municípios e dos estados aos municípios. Os casos de exceção são os recursos destinados a cumprir obrigação formal preexistente para execução de obra ou de serviços em andamento e com cronograma prefixado e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública. A foto é meramente ilustrativa.

Confira a íntegra da Instrução Normativa.